FANDOM


A Terra dos Deuses Editar

Draconis

Mapa de Draconis

A ilha está situada ao extremo nordeste, banhada pelo Mar de Muman e Shaar. Suas cadeias montanhosas são conhecidas mundialmente por possuir a maior quantidade de vulcões ativos, ainda sim a temperatura em Draconis varia entre 0°C a 13°C durante o inverno, enquanto no resto das estações oscila entre 13°C a 25°C

Seu título "Ilha dos Deuses" se deve ao fato de alguns dos Deuses-Dragões habitarem ela, o mais notável deles sendo o Garlog ainda em seu profundo sono, que cria diversas anomalias no espaço-tempo. Exploradores que conseguiram entrada na Ilha também reportaram ter visto um enorme Dragão prateado sobrevoando o Monte Vermelho, supostamente esse seria Alosh mas nenhum dos avistamentos vem de fontes confiáveis e possivelmente é apenas um mito.

Sabe-se que eles vivem em um regime teocrático, com o rei sendo escolhido pelo conselho dos anciões através de um ritual milenar que nunca foi documentado por nenhum forasteiro. Até agora Draconis passou apenas por cinco reis, devido a longa vida dos habitantes, e apenas um deles abriu o porto para comércio.

Os habitantes de Draconis são peculiares, seu corpo é revestido de escamas que variam de cores de acordo com sua linhagem sanguínea. O rosto dos mesmos é muito semelhante a de um dragão, possuindo um focinho, dentes triangulares e uma longa língua que pode ser estendida até 7 cm para fora de suas boca. Já se foi observado alguns deles possuírem asas e também longas caudas que podem se estender até 1 m de comprimento, mas isso não é uma regra e há aqueles que nascem sem nenhum dos dois, não está claro se isso tem alguma ligação com hereditariedade, já que foi observado que em alguns casos dois Draconianos sem caudas ou asas podem conceber um filho com ambas qualidades.

Diferente do que se acredita, eles são ovíparos e não secretam nenhum tipo de substância para alimentar seus filhotes, os mesmos são alimentados com uma dieta estritamente de carne, variando de pequenos mamíferos a outras carnes mais exóticas.

Pouco se sabe de a cultura Draconiana, já que foi instaurada uma politica isolacionista durante o reinado do segundo Alto-Sacerdote, Ithrel. E devido ao passar dos anos a maioria das escrituras sobre a mesma e sobre sua arquitetura provavelmente já não são mais relevantes. A única arquitetura que se sabe ao certo são a de seus portos, que podem ser acessados por navios de cargo para meios comerciais, todas as construções são feitas de uma rocha branca semelhante ao mármore e decoradas com uma combinação de outros materiais vermelhos e verdes para detalhes e telhados. Não está claro o material, aqueles que tentaram retirar um pedaço, pelo menor que seja, foram presos dentro de Draconis e nunca mais avistados. As grandes torres nas docas lembram uma arquitetura gótica, com enfase no tamanho e nos detalhes que fazem as construções intimidadoramente divinas.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.